Arquivo de tag Gestão

porSINLOPAR

Como evitar ficar sem troco em sua lotérica?

Um dos grandes problemas enfrentados por qualquer estabelecimento, seja comercial ou de prestação de serviços, é conseguir dinheiro trocado, em moedas, para atender os clientes e não ficar sem troco. A casa lotérica, evidentemente, não consegue fugir disso, principalmente porque, embora movimente grandes quantias durante o dia, sempre existem valores quebrados, que exigem moedas para o troco.

Para evitar ficar sem troco, é importante sempre pedir aos clientes dinheiro trocado. Quanto mais trocado, melhor para o movimento do caixa. O responsável pela retaguarda deve também manter um bom volume de moedas, permitindo que todos os operadores de caixa tenham o suficiente para atender o cliente.

Aqui, vale lembrar que, diferente de um bar ou de um supermercado, não há como oferecer diferenças de troco em balas ou chicletes. O cliente vai querer receber o troco em dinheiro.

E, atualmente, com a dificuldade em encontrar moedas e algumas cédulas, é preciso ter sempre uma reserva suficiente.

Uma das facilidades existentes na casa lotérica é a possibilidade de pagar com cartão, embora o caixa TFL só possa receber cartões da Caixa Econômica. Portanto, se houver necessidade e se o cliente tiver cartões da Caixa, é preferível fazer a retirada para o pagamento de suas contas, em vez de receber em dinheiro.

Fazendo reservas de moedas para evitar ficar sem troco

O lotérico, portanto, precisa sempre fazer reservas de moedas e, para ter a quantidade suficiente, precisa se organizar para saber o quanto vai precisar em dinheiro trocado. Essa, certamente, seria uma tarefa bem difícil se não houvesse um sistema de gestão financeira que pudesse manter o controle.

O sistema AGIL, um software desenvolvido pela DouraSoft, além de inúmeras funcionalidades, também permite que o lotérico possa manter esse controle.

O sistema possui um menu denominado Retaguarda, que permite o lançamento e o controle de todas as operações que envolvem a operação principal da casa lotérica, ou seja, o dinheiro que entra ou que sai do estabelecimento.

A opção de controle permite saber todos os trocos dos caixas TFL, através de cada operador e de sua movimentação, detalhadamente, inclusive pelas moedas, o que vai evitar que o lotérico seja pego de surpresa, sem ter troco nos seus caixas.

Para manter esse controle, basta entrar no meu Troco, onde estarão todos os valores de cédulas e de moedas, e onde o sistema contabiliza o número de cédulas e moedas por quantidade.

Com essa funcionalidade, além de saber uma média da necessidade de número de moedas e de cédulas pelo valor estampado nas mesmas, o lotérico poderá também fazer a previsão para cada dia de expediente, mantendo o número de moedas e cédulas menores para não ficar sem troco em seus caixas.

Desta forma, na hora de fazer a transferência de valores para a Caixa Econômica, basta separar as cédulas de maior valor e guardar no saldo do caixa todas as moedas e cédulas menores, dentro da média percebida nos movimentos diários.

Sistema AGIL: facilidade para o empresário lotérico

O sistema AGIL vem se desenvolvendo há mais de 20 anos para a gestão financeira das casas lotéricas. Ao longo desse tempo, todas as necessidades vêm sendo atendidas. A cada alteração nos sistemas da Caixa Econômica ou a cada necessidade apresentada pelos empresários lotéricos, os programadores da DouraSoft implementam uma nova funcionalidade.

A funcionalidade de troco foi inserida justamente para atender a uma necessidade cada vez mais comum nos estabelecimentos comerciais e de prestação de serviços e, como no caso de casas lotéricas, não poderia ficar de fora de um sistema que vem prometendo e cumprindo, ao longo desses mais de vinte anos, atender todas as obrigações e necessidades, para que o empresário tenha disponibilidade de oferecer qualidade na sua prestação de serviços e evitar ficar sem troco.

 

 

 

Neimar Mariano de Arruda é Administrador de Empresas, Consultor Lotérico
Especialista em Governança de Tecnologia da Informação e Fundador da DouraSoft
(67) 9.9698-3422

porSINLOPAR

Como controlar as vendas?

Controlar as vendas de uma casa lotérica é uma necessidade primordial. É através das vendas que o empresário vai saber a lucratividade de sua empresa e as ações que deve tomar para aumentar o número de clientes e garantir a continuidade da empresa.

Com o controle correto das vendas é possível manter a administração bem direcionada, mais alicerçada, já que o movimento da lotérica é diferenciado de qualquer outro estabelecimento de prestação de serviços.

Na casa lotérica somente se trabalha com números, que representam valores que, por sua vez, é na maior parte de terceiros. Do volume movimentado é que saem as vendas, que irão trazer para o lotérico sua receita e possibilitar o cálculo do coeficiente de lucratividade.

Controlar as vendas com um software específico

Para controlar as vendas da casa lotérica é necessário ter um software confiável, como o AGIL, desenvolvido pela DouraSoft. O primeiro passo para manter esse controle é informatizar a casa lotérica.

Depois de instalado o programa AGIL, o lotérico deverá manter seus operadores de caixa bem treinados, de forma a operacionalizar o sistema, fazendo os lançamentos de forma correta para não gerar erros no fechamento do caixa.

Um sistema operacional, como sabemos, só funciona através da inserção de dados e, como não possui inteligência, quem o manipula deve conhecer todas as ferramentas e funcionalidades.

Portanto, é importante orientar bem cada funcionário para que não aconteça qualquer imprevisto que atrapalhe o bom andamento dos trabalhos e que permita agilizar o atendimento, evitando a formação de filas.

O manual de instruções do AGIL deve estar disponível para qualquer funcionário poder tirar dúvidas em alguns momentos, evitando atropelos durante o controle de seu caixa TFL.

Pelo sistema AGIL, o lotérico ainda tem a vantagem de poder controlar as vendas no momento certo, sabendo como está o movimento em cada caixa TFL, uma das funções mais inteligentes do sistema.

Assim, é possível saber em qualquer hora do dia, como estão as sangrias do caixa e os valores de vendas que estão nos cofres e os que foram enviados para a Caixa Econômica.

O fechamento do caixa permite a emissão de relatórios diferenciados, por cada caixa, e esse fechamento pode ser feito pelo próprio operador, com o acompanhamento no tempo certo pelo gerente ou pelo lotérico. Esses relatórios mostram os valores de venda detalhados, por produtos.

Além das vendas controladas pelo TFL(ou fora deles, como é o caso das TeleSenas), o AGIL também permite fazer o controle de vendas de qualquer item cadastrado como produto, como loteria ou como serviços.

Dessa forma, a casa lotérica pode ampliar a oferta de produtos, como a venda de chips de celulares e outras permitidas pela Caixa Econômica.

O sistema permite o lançamento tanto de vendas à vista como de vendas a prazo, fornecendo ao lotérico maior segurança no controle de cobranças e de clientes que mantém débito com a empresa.

Em cada venda, também é possível emitir um comprovante, que pode ser interessante para o controle e para a conciliação na hora do fechamento de caixa, e, o mais importante, no caso de uma venda a prazo, é que o próprio sistema irá gerar o registro de contas a receber.

O operador de caixa ainda possui a autonomia para atendimento de qualquer cliente que compre a prazo sem precisar pedir autorização: existe um limite de vendas que pode ser cadastrado para cliente e, no caso de excesso, o sistema não libera valores acima do limite de crédito.Esse limite pode ser autorizado através do cadastro de clientes, onde é possível alterar os valores permitidos e controlar as vendas.

 

 

Neimar Mariano de Arruda é Administrador de Empresas, Consultor Lotérico
Especialista em Governança de Tecnologia da Informação e Fundador da DouraSoft
(67) 9.9698-3422

porSINLOPAR

Como organizar as despesas da sua lotérica?

Organizar as despesas de uma casa lotérica permite que o empresário lotérico possa tomar as decisões mais acertadas com relação a redução de custos e ao gerenciamento de sua empresa de uma maneira mais completa.

Organizar as despesas é necessário para que se possa acompanhar mais de perto das finanças da lotérica, gerando maiores possibilidades de calcular os custos e de acompanhar o potencial de vendas, projetando a margem de lucro da empresa e permitindo a realização de investimentos de médio e de longo prazo.

Para o empresário lotérico organizar as despesas são necessários alguns passos básicos, sendo o primeiro deles escolher um sistema de gestão apropriado para o tipo de atividade da empresa. Como se trata de uma casa lotérica, o melhor sistema de gestão é o AGIL, um software desenvolvido pela DouraSoft, que permite organizar custos, despesas e receitas de uma forma mais prática e completamente automatizada.

O sistema AGIL é de fácil manipulação, com interface amigável, que permite fazer toda a movimentação e oferece os relatórios e gráficos necessários para conhecer a real situação da empresa.

Como fazer a organização de despesas

O sistema AGIL facilita ao empresário lotérico todos os lançamentos, trazendo, todos os dias, o saldo final do dia anterior, permitindo o sequenciamento dos lançamentos com os saldos anteriores.

No sistema serão lançadas todas as entradas pelas vendas de produtos e serviços, onde são descritas as datas, a origem, o registro e a forma de pagamento, bem como o valor de cada movimentação, acrescentando os valores ao saldo do caixa existente.

Os lançamentos de saída de dinheiro entram diretamente no caixa, registrando todos os destinos e de que forma foi feito o pagamento. Nesse caso é que entra a organização das despesas, devendo ser classificadas em custos fixos, custos variáveis, compras de produtos, etc.

Além disso também é possível lançar as compras que são feitas a prazo, para que esse controle também seja acompanhado.

Organizar as despesas exige a separação entre as despesas fixas e as variáveis.

Despesas fixas

As despesas fixas são aquelas previsíveis e que não possuem muita variação de valor, como, por exemplo, aluguel, salários, obrigações trabalhistas, honorários de contador, energia, água e telefonia, entre outras.

Despesas variáveis

Entre as despesas variáveis, temos todos os valores que, muitas vezes, não são previstas, ou aquelas que sofrem variações maiores de acordo com a produção/venda do produto (Diferentemente das despesas fixas, que independente de produzir/vender terá que ser paga). Essas, muitas vezes, dependem do próprio movimento.

Com todos os lançamentos feitos, através das categorias em suas contas, o lotérico terá o resultado financeiro de toda a movimentação, com o saldo do dinheiro que entrou e que saiu durante o dia, sabendo, ao final do período quanto possui em valores.

Esse saldo define o quanto de receita foi acrescentada à lotérica, devendo ser sempre maior a cada dia. Quando há redução do saldo de caixa, é preciso verificar se as despesas estão sendo acima do esperado e cortar os custos que não são tão necessários.

Cuidados ao organizar as despesas

Para manter o controle financeiro e a organização das despesas, é necessário tomar alguns cuidados, como, por exemplo:

  • Separar todas as despesas da casa lotérica dos gastos pessoais;
  • Não contabilizar como saldo positivo os cheques devolvidos ou que ainda serão compensados;
  • Não deixar contas a pagar em atraso para não pagar juros e multas;
  • Fazer as anotações de todas as movimentações bancárias, lançando no sistema;
  • Ter a contabilidade sempre em dia, não deixando de anotar nenhum centavo que tenha entrado ou saído no caixa da empresa.

Ao organizar as despesas, o lotérico poderá fazer sua projeção de lucros, tomando os cuidados necessários para aumentar a produtividade.

Neimar Mariano de Arruda é Administrador de Empresas, Consultor Lotérico
Especialista em Governança de Tecnologia da Informação e Fundador da DouraSoft
(67) 9.9698-3422

porSINLOPAR

Atividades de um Gerente de Lotérica

Uma lotérica de maior porte, com maior movimento, tem necessidade de um gerente. Um gerente de lotérica, nesse caso, é peça fundamental no processo de funcionamento da casa lotérica, devendo ser ele a pessoa que, em grande parte das vezes, pode sair em campo para uma atividade operacional qualquer, mostrando para a equipe que não está simplesmente no comando, mas que também sabe atuar como um funcionário, seja no caixa ou na retaguarda.

O gerente de uma casa lotérica deve ser escolhido preferencialmente entre os próprios funcionários, entre os que melhor conhecem o funcionamento, que tenham afinidade com outros funcionários e que não demonstrem qualquer superioridade na frente dos outros.

É necessário que seja um profissional motivador, sem se rotular como diferenciado por sua posição, sem criar dificuldades para qualquer outro membro da equipe.

Em outros artigos já comentamos sobre as principais características de um gerente de lotérica, e não custa nada repetir. O profissional, para ocupar o cargo, deve ter as atribuições necessárias exigidas principalmente para unir a equipe.

Uma casa lotérica tem como principal atividade o atendimento ao público e este deve ser feito dentro das melhores regras de conduta, com um operador eficiente no que faz, rápido no atendimento, mas, ao mesmo tempo, cortês, educado, gentil.

Para um gerente de lotérica, o bom relacionamento com todos os funcionários da equipe só vai trazer benefícios para a empresa: funcionários motivados, operadores de caixa que oferecem produtos, pessoas que se comprometem com a lucratividade da empresa.

O gerente de casa lotérica, além de suas atividades, sobre as quais falaremos mais adiante, deve ter sempre a preocupação de analisar e verificar o que está ocorrendo dentro do estabelecimento, atendendo prontamente a todas as necessidades dos operadores de caixa e tornando o serviço mais eficiente.

Um gerente de lotérica deve ser consciente de suas obrigações

Entre as atividades de um gerente de casa lotérica podemos considerar como primeira a consciência com relação às suas obrigações. Isso o torna diferente de qualquer outro funcionário da lotérica.

O comprometimento com suas atividades, a preocupação com a equipe, o perfeito atendimento às necessidades dos clientes, tudo isso faze de um gerente de casa lotérica uma pessoa essencial para a condução do negócio.

A função de gerente de casa lotérica exige um profissional que tenha conhecimento de vendas, que é respeitado por aquilo que representa, que sabe manter uma equipe motivada e que tem a competência de selecionar os melhores, motivando os outros e também se automotivando.

A equipe de operadores de caixa é a alma da casa lotérica e, sem uma boa equipe, certamente a casa lotérica irá perder clientes e tornar-se conhecida como ruim no atendimento.

Assim, o gerente de casa lotérica deve ser a base para a casa lotérica, promovendo o entrosamento entre a equipe, ao mesmo tempo em que executa atividades como as exigidas para a sua função:

  • Atendimento a clientes;
  • Identificação de oportunidades de melhoria;
  • Propor medidas corretivas para o atendimento;
  • Acompanhamento de vendas e das operações do caixa;
  • Controle de estoque e reposição;
  • Conferência do estoque;
  • Supervisão de alterações de preços e cartazes de ofertas;
  • Supervisão de exposição de produtos e de campanhas promocionais;
  • Acompanhamento da rotina dos operadores de caixa.

Ao encontrar um profissional com todas as características apresentadas, o proprietário da casa lotérica poderá ter a certeza de estar contratando um profissional de primeira qualidade.

No entanto, como salientamos anteriormente, a melhor maneira de encontrar o gerente de lotérica certo é preparando um profissional para a função. Não é uma situação para imposição de um profissional, mas sim de promover aquele que se mostrar adequado dentro da equipe de trabalho.

 

 

 

Neimar Mariano de Arruda é Administrador de Empresas, Consultor Lotérico
Especialista em Governança de Tecnologia da Informação e Fundador da DouraSoft
(67) 9.9698-3422

 

porSINLOPAR

Contas a pagar: 6 dicas para lotéricos

Uma casa lotérica com seu controle financeiro atualizado permite ao empresário lotérico avaliar melhor como está o seu capital e o que pode ocorrer no futuro. Havendo o controle de contas a pagar, ele poderá identificar possíveis falhas e despesas desnecessárias, além de encontrar alternativas para aumentar a lucratividade e investir em sua empresa.

Para montar uma gestão financeira eficiente na casa lotérica, é preciso implantar os controles gerenciais, principalmente com relação às contas a pagar, possibilitando ter as informações que permitam montar um bom planejamento das atividades, enquanto se consegue garantir o capital de giro necessário para o funcionamento da casa lotérica.

O controle de contas a pagar irá fornecer informações para tomada de decisões sobre todos os compromissos da empresa que exijam desembolso de recursos e deve ser mantido atualizado de acordo com o que ocorre na realidade.

As contas a pagar compreendem todos os compromissos assumidos pela empresa, através da compra de produtos, de materiais de escritório e de limpeza, de serviços, de salários e impostos, de aluguel e empréstimos e de contribuições, entre outros.

Esse controle deve ser uma tarefa de rotina de qualquer casa lotérica, uma vez que envolve grande quantidade de dinheiro.

Ao fazer o controle de contas a pagar da casa lotérica, o empresário poderá identificar diversos elementos:

  • Identificar tudo o que é preciso pagar;
  • Havendo qualquer dificuldade, poderá priorizar os pagamentos;
  • Analisar quais são os compromissos assumidos e que não foram pagos;
  • Fazer todos os pagamentos sem perda de prazo;
  • Cumprir com as datas de pagamento para não pagar multas e juros;
  • Fornecer as informações para elaborar o fluxo de caixa;
  • Fazer a conciliação com os saldos da contabilidade.

Dicas para cuidar de contas a pagar

Para manter o controle de contas a pagar, acompanhe algumas recomendações necessárias e obrigatórias para a casa lotérica:

1.      Não fazer mais dívidas do que a casa lotérica possa pagar

Não gastar mais do que é permitido pelo lucro da casa lotérica sempre será a regra mais importante para manter uma boa gestão financeira.

2.      Registrar todas as contas da empresa

Não manter os compromissos assumidos pela empresa é um dos grandes problemas para qualquer empreendimento. É necessário ter um controle financeiro rígido para cumprir com todas as obrigações.

3.      Fazer o pagamento das contas em dia

O pagamento em dia de todas as contas evita a incidência de juros e multas, o que significa menos dores de cabeça e mais dinheiro em caixa.

4.      Antecipação de pagamentos

Quando uma das obrigações a pagar oferece descontos para pagamento antes do vencimento, a melhor coisa é pagar e poupar dinheiro, ganhando mais crédito com o fornecedor.

5.      Havendo dificuldades, é preciso negociar

Nunca se deve esperar uma situação piorar. Havendo qualquer problema financeiro na casa lotérica, o melhor é renegociar para não ter maiores problemas.

6.      Ter um sistema de gestão informatizado

Para manter o correto controle das contas a pagar é necessário manter um sistema de gestão informatizado, que ofereça os relatórios necessários para acompanhamento das obrigações.

Um sistema AGIL para as casas lotéricas

O melhor sistema de gestão financeira para a casa lotérica é o AGIL, um produto da DouraSoft, especializado em casas lotéricas. As contas a pagar podem ser facilmente controladas, com relatórios atualizados por vencimentos ou por fornecedores, permitindo o controle total sobre as obrigações da empresa.

Os relatórios permitem analisar todos os compromissos da empresa, sabendo o que deve ser pago a cada fornecedor, qual o tipo de pagamento, quanto existe para pagar em cada período, ou seja, todas as informações necessárias para manter as contas a pagar em ordem.

 

 

 

Neimar Mariano de Arruda é Administrador de Empresas, Consultor Lotérico
Especialista em Governança de Tecnologia da Informação e Fundador da DouraSoft
(67) 9.9698-3422

porSINLOPAR

Gestão de custos para lotéricas – como fazer?

Gestão de custos para lotéricasNuma lotérica, da mesma forma que em qualquer empresa, a gestão de custos é essencial para o bom andamento do negócio. Somente através do controle total de custos é que uma lotérica pode manter seu funcionamento, orientando-se por um bom planejamento baseado em números e na organização.

Numa casa lotérica sabemos que não há contas a receber: tudo funciona na boca do caixa. No entanto, como qualquer empreendimento, a casa lotérica tem contas a pagar e, assim, torna-se necessário manter um controle rígido, principalmente pela necessidade de prestação de contas, que deve ser feita para os órgãos federais, através do pagamento de impostos, e para os fornecedores de produtos e serviços.

Sem uma gestão de custos, o proprietário da casa lotérica não poderá saber como está o andamento financeiro da empresa, não poderá ter seu planejamento e, em consequência, corre o risco de receber cobranças jurídicas.

Um empresário de casa lotérica deve, portanto, ter o máximo de cuidado com sua gestão de custos, transformando seu empreendimento em algo lucrativo, podendo fazer investimentos para melhorar o estabelecimento e, desta maneira, conseguindo maior número de clientes.

Veja algumas dicas para fazer corretamente a gestão de custos de uma lotérica:

  • Mantenha em dia um plano de negócios

O plano de negócios não é algo para ser feito apenas antes de começar qualquer empreendimento. É um controle que deve ser mantido de forma constante, procurando estabelecer metas e objetivos para a lotérica, podendo, assim, otimizar o trabalho dos funcionários e a gestão da empresa. Com um bom plano de negócios, atualizado conforme o rendimento da empresa, torna-se possível ao empresário ter um direcionamento para o que precisa ser realizado.

  • Projeção de resultados

A gestão de custos, utilizando o planejamento financeiro, pode oferecer um elemento importante para o andamento dos negócios: a projeção de resultados, ou seja, o que o empresário pretende conseguir. A projeção de resultados pode ser comparada com os resultados conseguidos para otimizar os processos administrativos e manter a administração da casa lotérica em constante aperfeiçoamento.

  • Manter um bom contador

O empresário não tem por obrigação conhecer todas as informações sobre controle de finanças, já que seu maior trabalho está na administração direta do negócio. Portanto, é importante contratar os serviços de um bom contador, que possa tirar todas as dúvidas e oferecer melhor direcionamento para os investimentos que o empresário procura para seu empreendimento.

  • Ter um quadro de pessoal bem treinado

O treinamento de funcionários não deve ser visto como custo e sim como investimento. Uma casa lotérica depende praticamente do bom atendimento que os funcionários oferecem aos clientes, ou seja, são os responsáveis diretos pelo faturamento da lotérica. Quando o empresário mantém um quadro de funcionários bem treinado, oferecendo-lhes os recursos necessários para suas atividades, a gestão de custos da lotérica torna-se muito mais prática.

  • Controle total sobre custos

A gestão de custos exige um controle total sobre todo o movimento financeiro da lotérica. O empresário deve ter em mente que os registros devem ser feitos diariamente, mantendo a atualização do movimento financeiro e atendendo sua necessidade de conhecer a situação econômica da empresa. Com números atualizados é mais fácil ter a base para encontrar soluções para possíveis problemas.

  • Informatização do negócio é a chave

Atualmente tudo está informatizado e uma casa lotérica não consegue escapar dessa necessidade. A comunicação da lotérica com a Caixa Econômica é totalmente online e o controle de gestão de custos também deve ser feito através de um programa específico. O lançamento da movimentação financeira num sistema específico para casas lotéricas irá garantir maior controle sobre o dinheiro e irá manter também melhor controle sobre contas a pagar.

porNeimar Mariano Arruda

A importância da cultura organizacional para a sua lotérica

ReuniãoA cultura organizacional é uma ideologia que visa a organização do meio de trabalho a fim de melhorar a qualidade de uma empresa, no seu caso, da sua casa lotérica. A organização pode ser o diferencial que poderá definir o sucesso ou o fracasso do seu empreendimento.

Uma empresa que segue a filosofia de uma cultura organizacional possui diversas vantagens, pois a organização ajuda a todos, desde do dono da empresa aos funcionários mais baixos a serem mais produtivos, gerando então maior rentabilidade para o seu negócio.

Para exemplificar melhor a influência da cultura organizacional na sua casa lotérica nós separamos três pontos que se beneficiam só por que essa filosofia está sendo empregada no empreendimento.

Confira:

  • Controle do fluxo da casa lotérica: A cultura organizacional vai garantir que os seus funcionários consigam controlar o fluxo de pessoas dentro da casa lotérica. É sabido que em determinadas épocas, as lotéricas ficam extremamente cheias, se a aplicação de organização for aplicada, os seus funcionários poderão lidar com a situação sem maiores problemas, garantindo assim o fluxo constante de pessoas dentro do empreendimento;
  • Prestação de serviço com perfeição: A política visando a cultura de organização também resulta em uma prestação de serviço perfeita. Levando em consideração que os funcionários estão bem instruídos, e que a empresa segue essa política organizacional, ficará mais fácil para os atendentes fazerem a prestação de serviço, pois tudo já estará pré-disposto para que os seus funcionários façam o atendimento ao cliente;
  • Maior praticidade de gestão empresarial: Isso serve para os gestores, a cultura organizacional também influencia na qualidade de gestão da empresa. Um lotérico organizado consegue gerir qualquer tipo de empresa, porque ele terá maior consciência dos números, saberá quais são as metas, terá consentimento do comportamento dos funcionários e, por fim, poderá guiar a empresa com maestria sem se preocupar com reviravoltas ou qualquer coisa semelhante.

Como você pode ver, a cultura organizacional exerce uma influência importante para o bem-estar do seu empreendimento, porém, não se esqueça que o inverso também é igualmente proporcional. Se a organização consegue melhorar esses setores, imagine o que pode acontecer se o seu empreendimento lotérico for desorganizado? É isso mesmo, não vai ser nada bonito. Por isso que é importante seguir essa cultura, pois todo mundo poderá se beneficiar dos resultados positivos provindos da mesma.

 

People3 dicas para melhorar a cultura organizacional da sua lotérica 

  1. Treinamento da equipe: A cultura organizacional preza que uma equipe bem treinada proporciona ótimos resultados a curto, médio e longo prazo. Esse conceito é uma organização de tarefas, onde você, na posição de gerente, estabelece quais são as funções, obrigações e metas dos funcionários. Ao fazer isso a sua equipe ficará organizada, sem ficar necessitando da sua presença constante para saber se tudo está funcionando como deveria;
  2. Disposição do ambiente de trabalho e atendimento: Isso é um conceito direto de organização, no caso, do ambiente. Se o design do ambiente é inteligente, dando espaço para os clientes se movimentarem e para os funcionários trabalharem, a sua lotérica acaba se destacando de maneira positiva. Como já foi abordado anteriormente, garantir isso proporcionará o controle perfeito do fluxo de pessoas na casa lotérica;
  3. Pesquisa de satisfação dos clientes: É essencial da cultura organizacional saber a opinião dos seus clientes. Uma pesquisa de satisfação dos clientes pode lhe oferecer os parâmetros necessários para melhorar a organização do seu negócio, pois ninguém conhece melhor as qualidades e os defeitos da sua casa lotérica do que os seus clientes. A opinião do cliente sempre deve ser bem-vinda.
porSinlopar

Como organizar uma lotérica

Organização 1Abrir uma lotérica não é uma tarefa fácil. Entretanto, torna-se mais difícil ainda organiza-la de forma que ela caminhe rumo ao sucesso. Por isso é necessário elaborar estratégias para que você maximize os lucros de sua empresa.

Aprender como organizar uma lotérica é algo que vai além do ambiente físico, não basta apenas organizar as atividades mecânicas e as atividades financeiras de um estabelecimento. A organização empresarial engloba a empresa como um todo, ou seja, envolve todos os setores atuando de forma harmônica para que os resultados da empresa sejam maximizados.

Dicas de organização em lotéricas

  • Áreas críticas do negócio: dentre todas as áreas que envolvem o funcionamento de uma lotérica, é preciso encontrar as essenciais. Aquelas que envolverão a lucratividade da sua empresa de forma direta. Ou seja, encontre as atividades que servem como suportes para o funcionamento principal do seu estabelecimento. Ex.: Disponibilidade de equipe apta a atender. Mantenha seus TFLs sempre em funcionamento.
  • Defina a atividade central da sua empresa: no caso de uma lotérica você já sabe qual a atividade central. Mas, é importante descrever qual o seu objetivo. Por exemplo, maximizar as vendas quais produtos. Pode parecer óbvio para você, mas talvez sua equipe não tenha isso claro em seus atendimentos, ou seja, é preciso pensar qual a área crucial para que isso aconteça.
  • Defina as subáreas da sua lotérica: além da área principal que você já definiu, é importante pensar nas áreas conexas, que dão suporte a área principal. Por exemplo: um dos trabalhos anexos de uma lotérica é a prestação de serviços bancários. Apesar de não ser a atividade principal (Normalmente é a venda de loterias), é uma das suas sub-atividades.
  • Planejar uma reunião: antes mesmo de fazer a reunião com a sua equipe, é importante planejá-la. Essa é uma das principais formas de como organizar uma lotérica. É importante definir indicadores e estabelecer prazos para analisar futuramente se a reunião realmente surtiu efeito. Você irá discutir as mudanças que devem ser feitas, traçar metas e estabelecer datas plausíveis para que essas mudanças sejam feitas.
  • Organização 2Fazer registros: conforme o tempo for passando, é essencial que você use os indicadores definidos na reunião para as áreas que precisam de mudança e para acompanhar como está sendo a evolução dessa organização empresarial. Os indicadores irão mostrar qual área progrediu e qual regrediu, isso vai permitir que você tome decisões para saber se a empresa está organizada. O que você vai fazer nessa etapa é monitorar as estatísticas para visualizar de forma concreta o crescimento da sua lotérica ao decorrer dos meses. Nessa hora ter gráficos para apresentar os resultados a equipe fará toda a diferença.
  • Participe do SINLOPAR: outra dica importante de como organizar uma lotérica é fazer parte do sindicato da sua classe. Isso irá te ajudar porque no sindicato você encontrar vários empreendedores voltados para sua área, alguns com as mesmas dúvidas e mesmos objetivos. Conversar com eles, aprender técnicas novas de trabalho e discutir problemas que envolvem sua lotérica pode fazer com que o seu planejamento empresarial melhore. O SINLOPAR oferece para os empresários lotéricos um ambiente de crescimento profissional, para saber como se afiliar a esse sindicado clique aqui.
  • Ouça os funcionários: é importante saber quais os problemas vivenciados por todos os setores de sua empresa, principalmente os que ficam no atendimento do seu negócio. Dessa forma, você poderá promover um método de como organizar uma lotérica que seja abrangente e englobe todos os reais problemas que podem estar minando sua lucratividade.
  • Delegue funções: é importante também que você consiga delegar funções, ou seja, não centralize todas as responsabilidades para si mesmo. Em uma empresa, é importante conseguir pessoas qualificadas para te ajudar a gerir o negócio. Isso pode fazer com que você não se sobrecarregue e consiga observar a sua lotérica de outro ângulo. Ex.: Encarregue um funcionário para controle de moedas, outro para controlar os regates de Tele Sena, e assim por diante. No começo pode parecer uma ‘bagunça’, mas em poucas semanas toda a sua equipe estará controlando sua lotérica por você.
porNeimar Mariano

Qual é o seu planejamento para o futuro da sua lotérica?

dzcdVocê se preocupa com o futuro da sua casa lotérica ou não faz um bom planejamento sobre isso? Por incrível que pareça, isso é extremamente importante para o sucesso do seu estabelecimento.

Possuir uma lotérica consiste em assumir diversas responsabilidades com a matriz, que nesse caso específico é a Caixa Econômica Federal, que exige uma postura administrativa para o funcionamento da sua casa lotérica.

Além dos cumprimentos das regras exigidas pelo banco, o empreendedor deve encarar o futuro da sua lotérica da mesma forma que faria com um comércio tradicional, seja uma mercearia ou loja de roupas, o sucesso depende de empenho e estratégia.

Entretanto, é comum que alguns donos de lotéricas não se preocupem tanto com o futuro do seu estabelecimento, não adotando medidas gerenciais para longo prazo, já que o fluxo de pessoas na lotérica é muito alto e possui uma boa movimentação de dinheiro. Mas, o que não sabem é que os lucros podem ser ainda maiores se o lotérico começar a ter visão futurística.

Um planejamento empresarial feito apenas com base no momento pode afetar de forma negativa a casa lotérica. Os danos causados por esse tipo de administração começam de forma simples. Primeiro o lucro diminui paulatinamente, depois o atendimento cai e quando menos esperamos perdemos o direito de ser um franquiado.

Por isso, é importante ter um planejamento, é a melhor maneira de evitar mazelas futuras, garantindo a prosperidade do empreendimento.

Neste artigo vamos te mostrar alguns itens que você precisa pensar e como deve agir para planejar o futuro da sua casa lotérica.

Desenvolvendo um planejamento estratégicoiu

Separamos alguns tópicos importantes para o futuro da sua lotérica, siga os passos apresentados aqui e se prepare para obter ainda mais sucesso com o seu negócio. Veja a seguir as nossas dicas:

  • Resolva problemas do presente

Antes de pensar no futuro encare o presente. Veja quais são os problemas da administração e estabilize a qualidade da lotérica.

Reúna os funcionários e pergunte quais são as dificuldades que eles encontram na hora do atendimento e na administração do local.

Pense também em formas de melhorar o atendimento ao público. Uma dica é começar a trabalhar com gestão por competência dentro da lotérica.

  • Dê atenção aos funcionários

Prepare os funcionários para o futuro da sua lotérica. Mas, como fazer isso? Os ensine a sempre prestar um bom atendimento, os deixe confortáveis e garanta a satisfação do cliente, assim é possível desenvolver a fidelidade das pessoas pensando a longo prazo.

Lembra que falamos no item acima sobre gestão por competência? Você pode fazer seleção internas para elevar o cargo de funcionários antigos. Eles podem dar treinamentos para os novos funcionários, agilizando assim o processo de aprendizagem dos novos integrantes da equipe.

Além disso, você precisa pensar em delegar suas funções, essa também é uma forma de se preparar para o futuro com um bom planejamento.

  • Tenha reserva financeira

Coisas inesperadas podem acontecer e mudar totalmente o rumo da sua lotérica. Esteja preparado para isso e fala um bom planejamento financeiro.

Tenha uma reserva financeira para os imprevistos que possam acontecer.  A reserva vai ajudar a superar imprevistos e ainda proporcionam um capital para investimentos futuros, como reformas que possibilitem o aumento do espaço útil da sua casa lotérica.

  • Use Software de gestão

Investir em tecnologia é uma forma de se planejar para o futuro.  Invista em software de gerência e administração para melhorar o dinamismo com os funcionários.

Por parte do gerente fica mais fácil ter o controle da administração, por parte dos funcionários aumenta a praticidade do atendimento, deixando os clientes bem felizes.

  • Planejamento de acordo as normas da CEF

Observe as políticas da CEF para poder desenvolver um planejamento melhor para o futuro da sua lotérica. Isso é importante porque você não é o único interessado no sucesso do seu empreendimento, o bem-estar do seu negócio é de total interesse da Caixa, que tem funcionários específicos que podem lhe ajudar nesse tipo de situação.

porNeimar Mariano Arruda

3 Caminhos para Aumentar a Receita da Lotérica

Caixa-LucroA casa lotérica é um estabelecimento com grande oportunidade de obter excelentes resultados. Porém, muitos lotéricos não sabem o que fazer para conseguir gerir de forma correta esse estabelecimento em prol do seu crescimento financeiro.

Para que sua lotérica tenha sucesso de verdade, é preciso conhecer algumas formas para aumentar a receita. E é isso que você vai aprender neste artigo!

Formas reais para aumentar a receita da sua lotérica
Não dá para negar que um dos maiores objetivos de um estabelecimento comercial é o lucro. E na casa lotérica, isso não é diferente.
Nesse sentido, separamos algumas dicas para que você consiga aumentar a receita da lotérica de uma vez por todas. Confira:

1. Otimize o atendimento das operadoras de caixa
Além das vendas dos bilhetes e jogos da casa lotérica, uma das coisas que mais fazem a casa lotérica lucrar são os pagamentos de contas. Isso porque a maioria da população prefere ir até a casa lotérica para fazer o pagamento de qualquer tipo de conta pessoal do que enfrentar as filas bancárias.
Entretanto, é igualmente comum ver pessoas desistindo e saindo da fila das casas lotéricas por acreditarem que o atendimento está sendo demorado. Cliente desistindo da compra de produtos ou da utilização de algum serviço da casa lotérica é um dos principais motivos que fazem a lucratividade ser comprometida.
Para aumentar a receita da lotérica você deve otimizar o atendimento das operadoras de caixa. Para isso, você pode seguir alguns caminhos:
• Orientar as operadoras de caixa a focar no cliente, evitando conversas paralelas entre si, para não comprometer a velocidade do atendimento.
• Orientar as operadas de caixa a separar a vida pessoal do trabalho. Visto que na casa lotérica é comum amigos, parentes e pessoas conhecidas dos funcionários aparecerem para utilizar serviços. É preciso não conversar em demasia com eles na hora do atendimento para não comprometer a fluidez do mesmo.
• Utilizar tecnologia para fazer o registro da movimentação dos produtos, serviços, Retiradas (Sangrias) e Reforços de caixa de TFL. Também vale à pena investir em um software que seja capaz de gerenciar com rapidez o fluxo de caixa e controlar o estoque da casa lotérica. Dessa forma, a operadora não precisa quebrar a cabeça ou passar o dia preocupada se o caixa vai bater no final do dia.

2. Evite problemas financeiros para a casa Lotérica
Não dá para aumentar a receita da casa lotérica se o seu estabelecimento tiver problemas financeiros. Para evitar que isso aconteça, você deve se atentar a duas situações:

• Planejamento do pagamento dos tributários da casa lotérica
Infelizmente, o lotérico precisa lidar com desafios relacionados a tributação na casa lotérica. Por mais lucrativo que esse estabelecimento seja, para aumentar a receita, é preciso não ter problemas com o pagamento das taxas e dos impostos.
O lotérico precisa estar ciente que este estabelecimento está sujeito ao ISS, que pode chegar a 5% de todo valor recebido pela lotérica (Este valor pode variar de acordo com cada município). Também existem tarifas cobradas pela CEF sobre os bilhetes e jogos que são vendidos no estabelecimento, e esses envolvem a maior parte do faturamento de uma casa lotérica. Há ainda impostos de COFINS e PIS; recolhimento do IRPJ e a CSLL. Além disso, há o recolhimento do FGTS e do INSS.
Muitos tributos a serem pagos, não é? Mas o não pagamento dos mesmos pode causar multas e gerar um desfalque muito grande na sua lucratividade! Por isso, é importante que o lotérico que deseja aumentar a receita da casa lotérica faça um bom planejamento para o pagamento desses impostos.
Nesse contexto, vale à pena contar com relatórios detalhados sobre a situação da lotérica. Relatórios de Lucratividade de Loterias, Produtos e Serviços, bem como Demonstrativo de Resultados do Exercício e especial com análises horizontais e verticais possibilitam ao empresário uma visão 360º da empresa.

• Controle do fluxo do caixa
Por falta de organização, muitos lotéricos não conseguem ter um controle eficaz do fluxo de caixa da sua lotérica. Isso porque fazer anotações em agendas ou utilizar planilhas confusas acaba não sendo a melhor forma de aumentar a receita da lotérica.
Mais uma vez é importante ressaltar o uso do software de gerenciamento de lotéricas. Além de agilizar o atendimento, como dito no começo do artigo, essa tecnologia permite que você consiga fazer registros exatos, sem o medo de cometer erros na hora de registrar produtos e serviços que foram comercializados.

3. Venda mais produtos
Você percebeu que vender mais foi o último caminho a ser citado para aumentar a receita da casa lotérica? Não por ser menos importante, mas porque existem outros problemas relacionados às finanças de uma lotérica que podem minar a lucratividade.
Não menos importante do que os outros itens citados, a venda dos produtos da lotérica é o que pode aumentar a receita. Já que a maior parte do faturamento de uma lotérica vem da venda dos bilhetes e jogos da Caixa (Em grande parte das lotéricas).
Para que isso aconteça, é de grande importância que você invista em treinamentos das operadoras de caixa. Além de atender com simpatia o cliente, para que ele não tenha uma visão negativa da casa lotérica, a atendente precisa ter jogo de cintura na hora de oferecer os produtos.
Acompanhar com um sistema de gestão de vendas fará toda a diferença, seja através do excel ou software específico para ter em mãos a venda de cada operadora seja em atendimentos (Autenticações), bem como venda de cotas de bolões e loterias. Saber quem vende mais e o que vende mais faz toda a diferença.
É preciso observar o perfil do cliente e oferecer produtos que ele realmente possa adquirir. Mais uma vez, a tecnologia pode ajudar! Usar o software da AGIL garante que você cadastre clientes e que saiba qual foi sua última compra. Assim, você oferece produtos que ele realmente tem interesse e consegue aumentar a receita da sua casa lotérica!