Febra DF 2017-08-24 at 19.29.03Nesta quinta-feira 24/08 a FEBRALOT na presença de seu presidente, Jodismar Amaro e de seu vice-presidente, Marco Antonio Kalikowski estiveram na  Caixa Economica Federal na presença de seu presidente Gilberto Occhi, a vice-presidente Deusdina dos Reis, os executivos Ademir Losekan, Gilson César Pereira Braga e Tatiana Giobbi.

A pauta da reunião foi o reajuste das tarifas dos serviços prestados pelos empresários lotéricos e o reajuste do adicional de segurança para as lotéricas que utilizam o serviço de carro forte. Temas que vem sendo tratados em reuniões sucessivas e que a Rede Lotérica aguarda um desfecho com ansiedade.

Na oportunidade também foi anunciado o esperado aumento no valor de recebimento de boletos bancários dos atuais R$ 700,00 para R$ 1.000,00.

Os reajustes de tarifas apresentados pela gestora foram variados, inclusive com a redução dos valores de alguns serviços, mas na média devem representar um incremento percentual de 8,5 % nas receitas dos empresários.

Já o reajuste do adicional de segurança foi somente para as empresas que se utilizam do serviço de carro forte e o percentual foi de 40 % tanto para as coletas como também para o ad valorem.

Todos os reajustes de tarifas passam a vigorar a partir de 28/08/2017 e o adicional de segurança retroativo a partir de julho de 2017. As empresas que comprovarem reajustes por parte das transportadoras anteriores a esta data poderão solicitar crédito retroativo no período compreendido de março a junho.

Com relação ao aumento no limite dos boletos, trata-se de uma solicitação prometida anteriormente e que permitirá para muitos empresários do setor ter numerário para fazer frente ao volume financeiro nas operações de saques e pagamentos de benefícios em suas unidades.

A FEBRALOT aproveitou a presença do Presidente da CEF para mencionar sua preocupação com a possível entrada das apostas pela Internet. Em seus estudos a FEBRALOT comprovou um sério risco de redução nas receitas de nosso principal produto.

Foram destacadas as três principais questões apontadas pela FEBRALOT como segue:

  • Baixo percentual de comissionamento;
  • O valor mínimo de R$ 20,00  para as apostas é considerado muito baixo pela FEBRALOT;
  • A fórmula a ser utilizada de distribuição das comissões é injusta e perigosa podendo favorecer empresas específicas em detrimento aos revendedores do meio físico.

Em 13 de setembro pela manhã, haverá uma reunião com todas as lideranças sindicais e a Caixa para encontrar soluções para este impasse.

Outro tema abordado  foi a utilização de meios alternativos de pagamentos de contas nas unidades lotéricas utilizando cartões de outros bancos além da Caixa. Esta questão é resultado de um trabalho das comissões montadas entre FEBRALOT e a Caixa. A gestora afirma que está empenhada em encontrar esta solução tecnológica como prioridade.

São muitas as demandas e a FEBRALOT esta lutando com todos os esforços para alcançar os resultados esperados o mais breve possível. Queremos deixar claro que independente das medidas anunciadas hoje o nosso objetivo é a aprovação do PL 7306/2017. Com este Projeto estaremos seguros que teremos uma remuneração justa e sempre atualizada. Os valores anunciados hoje servirão para trazer um pouco de fôlego, principalmente com relação ao aumento de nossas coletas de carro forte.

Temos a consciência de que as remunerações estão muito defasadas e, para conseguirmos modificar este quadro, precisaremos muito do apoio dos empresários lotéricos de todo o país. Esperamos em breve estar trazendo informações com relação ao nosso Projeto de Lei.

Agradecemos o empenho e dedicação da frente parlamentar presidida pelo Deputado Goulart (PSD-SP) e a todos que colaboraram e se manifestaram na tribuna da Câmara dos Deputados em nosso favor.

 

Um forte abraço a todos.

Jodismar Amaro

Presidente Febralot