Sindicato dos Empresários Lotéricos do Paraná

História

Histórico

Nossa classe se organizou primeiro através da Associação dos Comissários e Consignatários do Paraná, fundada em Curitiba no ano de 1985.

O Sindicato dos Empresários Lotéricos do Paraná – SINLOPAR, com base territorial em todo o Estado, é a entidade que representa os proprietários de mais de 600 estabelecimentos do ramo de loterias, responsáveis pelos empregos diretos que sustentam aproximadamente três mil famílias. Em torno de 12 mil pessoas se beneficiam hoje com as vitórias e conquistas do SINLOPAR, cuja origem e história de liderança começou 19 anos atrás.

 

SINCOESPAR 

No dia 14 de dezembro de 1991, os empresários lotéricos paranaenses se reuniram em Assembléia Geral para alterar os estatutos da Associação que foi transformada no Sindicato dos Comissários e Consignatários do Estado do Paraná – SINCOESPAR, que se tornou o legítimo representante da classe lotérica, com abrangência estadual e base territorial autorizada para todas as cidades do Paraná.

Começa assim uma nova fase do movimento lotérico no Paraná que oficialmente passa a se destacar entre as entidades sindicais brasileiras. Para melhor desenvolver suas atividades, o SINCOESPAR adquire imóvel em Curitiba onde instala sua sede, na Avenida Cândido de Abreu, 526, bloco B, sala 908, no Condomínio Empresarial Centro Cívico.

 

INTEGRAÇÃO 

Surgem as lideranças dos empresários lotéricos do interior do Estado que pela primeira vez disputam as eleições. Entre a chapa formada por Rejane Mary Dick, representando a Região Metropolitana de Curitiba e outra liderada por Aldemar Benvindo Mascarenhas, representando os demais empresários lotéricos, ganhou este com a chapa INTEGRAÇÃO que foi empossada no dia 3 de dezembro de 1997

Imediatamente Aldemar Mascarenhas (Presidente) implanta uma dinâmica mais eficaz no movimento lotérico paranaense, caracterizada pela maior participação da classe e uma forte representatividade junto a Caixa Econômica Federal. Por isso, na Assembléia do dia 25 de janeiro de 1998 é aprovada a formação de delegacias regionais bem como uma nova estrutura gerencial do SINCOESPAR. Os seguintes empresários são nomeados delegados: Erestelli Ilha Gomes – Cascavel; Edson Neves Dacca, Maringá; Francisco Luiz Monteiro – Curitiba e Vitor Emilio Bacci Nonino – Londrina.

Com o objetivo de democratizar a comunicação do SINCOESPAR, é lançado em julho de 1998 o jornal INTEGRAÇÃO, que passa a contribuir para uma melhor formação do empresário lotérico. Na primeira edição destaca-se como principal notícia a Assembléia realizada em Campo Mourão dia 19 de julho, no Paraná Palace Hotel.

 

SINLOPAR 

Aldemar Mascarenhas, dando continuidade ao seu programa de atuação, promove, no dia 22 de novembro de 1998, Assembléia em Londrina que aprova as mudanças mais significativas na história do SINCOESPAR, todas relacionadas com a alteração dos Estatutos Sociais: nova redação aos artigos com a finalidade de adequá-los às reais necessidades do sindicato; mudança do nome para SINLOPAR – Sindicato dos Empresários Lotéricos do Estado do Paraná ; é aumentada para 4 anos a gestão do sindicato e alterado o endereço da sede para a cidade de domicilio do presidente.

Essas modificações facilitaram a implementação de reuniões, assembléias encontros e comemorações do Dia do Lotérico em várias localidades, sempre agregando um maior número de participantes.

Também são promovidos vários CONGRESSOS com recursos do fundo de promoção e organizados com a colaboração de superintendências da Caixa Econômica Federal. O 1o. Congresso Paranaense dos Empresários Lotéricos é realizado dia 11 de dezembro de 1999 em Curitiba, no Clube Três Marias, com 250 participantes. A mesa de debates levantou a importância do reconhecimento político e social da categoria. O 2º Congresso também aconteceu na capital, nos dias 23 e 24 de agosto do ano 2000. Reuniu 400 empresários no salão de eventos do Restaurante Dom Antônio localizado em Santa Felicidade.

Aliando muito debate e discussões de trabalho aos momentos de lazer, foi realizado de 20 a 22 de abril de 2001, no Thermas Aguativa Resort, em Cornélio Procópio, o 3º Congresso Paranaense dos Empresários Lotéricos que reuniu 300 participantes. O destaque especial coube à animação feita pelo humorista Ronald Golias.

Pautando o seu trabalho com a exigência de melhores remunerações, menores tributos, mais segurança com a implementação do transporte de valores e do cofre boca-de-lobo, além de exigir mais dignidade e reconhecimento da classe, o presidente Aldemar Benvindo Mascarenhas foi reeleito em outubro de 2001 e também passou a atuar como vice-presidente da Federação Nacional dos Empresários Lotéricos – FENAL, sendo eleito presidente dessa entidade maior em dezembro de 2003.

Neste ano de 2004 a classe lotérica continua colhendo os bons frutos da gestão Mascarenhas: destaque nacional com a realização da Campanha Aposta-Cidadã que entregou 1100 cadeiras de rodas a entidades beneficentes; inclusão da categoria no Simples, aumento na comissão de vários produtos e abertura de balcão para o recebimento de bloquetos de outros bancos. Reivindicação esta que contou primeiro com a ousadia e coragem do SINLOPAR que não se intimidou com os ventos contrários. Tudo isso está muito bem divulgado no JORNAL SINLOPAR, que desde julho de 2003 vem sucedendo o jornal INTEGRAÇÃO.

Deixe uma resposta

PAGETOP
Copyright © SINLOPAR Todos os direitos reservados.
Desenvolvidor por DouraSoft do Brasil.