Arquivo de tag Produtividade

porNeimar Mariano Arruda

Como escolher um gerente para a sua casa Lotérica

Hoje em dia com a demanda das casas Lotéricas, é necessário ter uma pessoa que te auxilie nesta jornada. Mas encontrar um bom gerente de casa Lotérica, nem sempre é fácil. Principalmente, porque muitas vezes antes de contratar ou delegar uma função precisamos quebrar algumas barreiras em nós mesmos. Ter um bom gerente implica diretamente em ter uma pessoa que nos auxilia no dia a dia. Além disso, ser gerente é empreender, facilitar e otimizar serviços e funções.


Expectativa x Necessidade em um gerente

Quando contratamos alguém criamos uma expectativa, que se não correspondida acaba virando frustração. Portanto, é vital que você alinhe as suas expectativas e necessidades com o seu gerente logo de início. Aqui vamos recomendar alguns pontos que precisam ser claros e determinados desde o início.

Clareza. O primeiro ponto que acreditamos ser definido, é a clareza na comunicação entre gerente e proprietário. Ambos precisam sempre expressar o que for necessário para o desenvolvimento da casa Lotérica. 

Responsabilidades. Enquanto proprietário no momento de delegar, deixe claro o que é função ou não do seu gerente. Desta forma você evita que atividades cruciais fiquem sem execução, por falta de determinação. 

Confiança. Outro ponto crucial é estabelecer confiança com o seu gerente. Ele precisa sentir-se seguro para tomar as decisões. Principalmente, porque atuar com insegurança nunca gera bons resultados.

Liderança. O gerente precisa ser um Líder, possuir uma voz firma para que haja respeito e reconhecimento. Além disso, ele precisa estar ciente de todos os acontecimentos dentro da casa Lotérica. Desta forma, ele conseguirá antecipar eventuais problemas.

Seleção

O processo de seleção é um tanto quanto trabalhoso, quando bem feito, mas super necessário. Por isso vamos sugerir algumas táticas que vão te auxiliar nesta fase. Lembre-se, sempre que tratamos sobre contratações/seleções estamos querendo agregar ao nosso negócio. O intuito é quem resolva, e não crie problemas.

Seleção interna: Um formato de seleção interna é muito válido quando tratamos sobre o ramo Lotérico. Primeiro, porque os funcionários já conhecem o ambiente de trabalho. Segundo, porque você selecionará aqueles que enxerga com maior potencial.

Mas há um detalhe, é preciso alguns critérios, crie um modelo. Utilize questionários, dinâmicas em grupo. A grande vantagem é que ao contrário de um processo de seleção externo, você economiza tempo e recurso.

Seleção externa: Neste modelo você buscará por currículos, indicações, banco de vagas. Existem várias plataformas e empresas que podem ajudar neste processo. Por sinal, recomendamos a Dourasoft para consultoria neste processo. Neste formato, o ideal é que você selecione no mínimo 10 cvs, todos dentro do padrão, agregue eles aos cvs de indicação e internos.

Um ponto válido de ressaltar é que nem sempre nós Lotéricos conseguimos pagar o que de fato a pessoa merece, portanto recomendamos sempre que seja feito primeiro uma seleção interna. Posteriormente, caso haja a necessidade de uma seleção externa, você não precisa necessariamente buscar por alguém com experiência em casas Lotéricas, mas sim com experiência em liderança em primeiro lugar.

Sugerimos estes dois modelos apenas, porque eles serão mais simples. Agora, após a separação dos cvs, utilize de critérios de avaliação.


Avaliação


Avaliar currículos é um processo bastante delicado, principalmente porque quando chegamos nesta fase, todos os cvs são promissores. Portanto, recomendamos adotar ao menos dois critérios.

Experiência no cargo. Coloque como prioritários aqueles que tiveram experiência como gerente em casas Lotéricas. Agregue em uma segunda pilha, todos aqueles que tiveram experiência dentro de uma casa Lotérica. Faça tudo em ordem crescente, os que possuem mais experiência primeiro, até chegar nos que possuem menos tempo de casa Lotérica.

Experiência com a função. Por mais que para casas Lotéricas, seja muito importante buscar alguém que tenha experiência no cargo. É viável também avaliar candidatos com experiência na função. Utilize dos mesmos critérios acima, candidatos com o maior tempo em gerência devem estar acima. Além disso, leve em consideração o ramo, o mais próximo possível do ramo Lotérico.


Por fim, faça uma experiência com seu futuro gerente

Após escolher o candidato ideal, utilize do período de experiência. Mas não apenas deixe ele cumprir o tempo de experiência, ajude ele a se desenvolver mais. Coloque-se à disposição para que ele alcance o máximo no quesito desempenho. Vale ressaltar que um gerente deve ser um líder e conhecer todos os processos da Lotérica. Primeiro porque esporadicamente ele também precisará estar no  caixa, seja para cobrir o horário de almoço de algum operador ou uma eventual falta. Segundo, porque desta forma ele conseguirá otimizar ainda mais o seu trabalho. 

Esperamos que através destas dicas você consiga selecionar ou treinar um gerente que corresponda às expectativas da sua casa Lotérica.

Leia este e outros artigos acessando o nosso blog!

porNeimar Mariano Arruda

Você sabe quando uma lotérica é lucrativa?

Como saber o momento em que a lotérica atingiu ou atingirá o ponto de equilíbrio no mês?

Pela nossa experiência acumulada, é comum que a gente se depare com lotéricos que têm dúvidas quanto à rentabilidade de suas lotéricas. Não é por menos que muitos afirmam que “dá para sobreviver” com os seus negócios, embora não se possa afirmar que estão “muito bem de vida”.

Este não é um problema restrito a este grupo de empresários, mas um desafio nacional. Muitos não sabem responder a perguntas simples sobre a saúde financeira de suas empresas, como:

  1. Qual é o fluxo de caixa da empresa?
  2. Qual foi o faturamento mensal?
  3. Quais são os custos fixos e variáveis?
  4. Qual é o ROI (retorno do investimento)?

Algumas práticas recorrentes…

Muitos lotéricos estão sempre muito ocupados com as rotinas operacionais de suas empresas, resolvendo problemas, preocupando-se com o atendimento, com o estoque, tendo que solucionar problemas diários que vão desde a falta de um funcionário até a pane em uma das impressoras dos caixas.

Este dia a dia agitado e de muita correria termina distanciando este empresário das informações que ele precisa para poder analisar a performance do seu negócio. Este é um dos motivos que explicam o não conhecimento adequado sobre a rentabilidade da lotérica.

Todo empresário deseja ver a sua empresa crescendo e prosperando, com uma lucratividade cada vez mais robusta e sólida. Entretanto, a realidade de muitos é a velha rotina de enxugar gelo, misturada àquela sensação de que muito esforço é necessário apenas para se manter no mesmo lugar em que sempre esteve, sem grandes avanços.

Outra prática muito comum é a velha confusão patrimonial em que o lotérico confunde o seu patrimônio pessoal com o patrimônio da lotérica e acaba misturando tudo. Contas da família são pagas nas contas da empresa, dinheiro do caixa é retirado para sanar eventuais necessidades pessoais, o carro da família está em nome da empresa, esposa e filhos têm acesso ao dinheiro da sociedade, realizando saques na “boca do caixa” sem qualquer controle…

Quantas destas situações você consegue visualizar na vida de um legítimo empresário brasileiro? Quantas delas são típicas de uma empresa familiar?

E o que precisa ser feito?

Se o grande objetivo é o progresso da empresa, através de um processo de gestão mais eficaz, algumas boas dicas são:

Dica 01 – Separe o patrimônio e as contas pessoais do patrimônio e das contas da empresa. Uma excelente sugestão é estabelecer o valor de retirada mensal e obedecer o que foi determinado rigorosamente, proibindo retiradas ou saques seja por quem for.

Dica 02 – Descentralize algumas atividades. O lotérico não pode sustentar a postura de super-herói. Ele precisa descentralizar algumas tarefas para outros colaboradores. A justificativa é simples: ele precisa de mais tempo para analisar a situação financeira, tomar decisões importantes, e definir as diretrizes estratégicas da sua empresa.

Dica 03 – Aprimore os controles. Para saber qual é a realidade da sua lotérica, é preciso elevar a qualidade e a eficiência dos controles financeiros existentes. Precisamos substituir a intuição pela técnica. Uma excelente sugestão é a implementação de sistemas de gestão customizados, como é o caso do AGIL.

 

E quando uma lotérica é lucrativa?

Depois da implementação de grande parte das sugestões acima, propiciando maior controle e transparência por parte do lotérico, fica bem mais fácil responder à pergunta sobre a lucratividade da lotérica, já que os dados financeiros poderão ser encontrados no sistema.

Além da velha fórmula que subtrai os custos das receitas para encontrar o lucro do mês, o empresário não pode deixar de considerar a importância do capital de giro.

Neste ponto, devemos lembrar que a retirada de grandes somas de dinheiro, que pareciam ser o resultado ou o lucro da lotérica, pode colocar a empresa em apuros e com dificuldades de pagar os seus custos mais singelos, justamente por conta da má gestão do capital de giro.

Tudo isto nos permite afirmar, em conclusão, que uma lotérica é lucrativa quando alcança o seu ponto de equilíbrio financeiro, no qual os controles revelam a sua realidade, de modo que as receitas superam as despesas, além de haver capital de giro suficiente para que a mesma se mantenha segura para honrar os compromissos do mês seguinte, sem maiores dificuldades.

 

Quer melhorar a gestão da sua lotérica?
Conheça o único sistema de Gestão Blindado. O AGIL

 

 

 

Neimar Mariano de Arruda
Consultor Lotérico e Fundador da DouraSoft,
(67) 9.9698-3422

porSINLOPAR

Como o sistema de reconhecimento pode aumentar a produtividade da sua lotérica?

sistema de reconhecimentoManter uma casa lotérica em perfeito funcionamento consiste em confiar nos seus funcionários, pois são eles a essência da prestação de serviço da sua empresa. Para oferecer para a clientela um serviço de qualidade, seus funcionários necessitam ser produtivos. A produtividade vem de muitos fatores internos por parte da empresa, mas um dos principais é motivadores é o sistema de reconhecimento.

Para melhor entendimento, veja a seguir os significados dos termos:

  • Produtividade: A produtividade de um determinado setor da sua lotérica, como o atendimento ao cliente, por exemplo, pode ser definida pela quantidade positiva de resultados perante o trabalho do funcionário. O atendente, como o próprio nome indica, precisa atender os clientes para prestar os serviços das lotéricas. Se os resultados da sua tarefa for um número satisfatório para a empresa, e, principalmente, se o atendimento for bom, isso significa que esse é um funcionário produtivo. Tarefa, mais quantidade e qualidade é igual a produtividade;
  • Sistema de reconhecimento: O sistema de reconhecimento consiste em uma abordagem psicológica feita em empresas a fim de aumentar a produtividade dos seus funcionários. O conceito gira em torno do reconhecimento do trabalho prestado pelos funcionários. Se o atendente faz suas funções corretamente, como foi exemplificado no tópico anterior, existe a tendência de que sua produtividade aumente caso o seu esforço venha a ser reconhecido pela empresa. Em suma, o sistema diz que os resultados melhoram e aumentam conforme o funcionário percebe que os seus esforços proporcionam reconhecimento e benefícios.

O sistema de reconhecimento tem os seus prós e contras dentro de qualquer empresa. Na sua empresa, ou seja, na sua casa lotérica, o sistema pode aumentar a produtividade dos funcionários conforme exemplificado anteriormente. Porém, se as bonificações não forem bem estruturadas e planejadas, pode ser que sua empresa perca dinheiro por causa de aumentos de salários mal especificados e bonificações não planejadas.

Em suma, podemos dizer que o sistema de reconhecimento pode ser positivo ou negativo, tudo vai depender do seu tipo de abordagem diante tal situação.

Como desenvolver um bom sistema de reconhecimento para a produtividade dos funcionários?

como desenvolver um bom sistema de reconhecimento

Esse é um impasse muito interessante para se discutir, afinal de contas, se o sistema de reconhecimento é realmente útil para aumentar a produtividade dos funcionários, qual seria a melhor maneira de fazer isso? A resposta é mais simples do que você pode imaginar: com planejamento.

O primeiro passo para implementar o sistema de reconhecimento dentro da sua casa lotérica é ter isso devidamente planejado no início do ano. Portanto, durante a reunião que vai definir as propostas e abordagens da empresa no decorrer dos próximos doze meses consecutivos, você deve levar em consideração que será preciso garantir uma parte das finanças para beneficiar os seus funcionários, feito isso, esse dinheiro passa a ser reservado, garantindo que você não perca o controle financeiro. Se você quiser definir para o segundo semestre, não há problemas. Para nove meses? Tudo certo também, pois o importante é seu funcionário perceber que você está investindo nele, e criando algo para melhorar a permanência dele em sua lotérica.

O próximo passo do sistema de reconhecimento é justamente beneficiar os funcionários, mas você não pode fazer isso de maneira arbitrária. Essa atividade também precisa de planejamento. Você não pode escolher o funcionário que você acha que é produtivo por ser simpático, você tem que ser justo e precisa ter bom senso. Para essa etapa use o sistema de gerenciamento de desempenho (Relatórios de Vendas por exemplo). Veja quais são as funções dos funcionários, analise o seu método de trabalho, a sua eficácia, os resultados gerados e os benefícios para a empresa. Feito isso, levando em consideração a atividade desempenhada e os pontos fortes e fracos de cada um, você terá uma métrica que vai definir quem está merecendo um aumento através dos seus resultados.

porSINLOPAR

Como estimular o trabalho em equipe na sua lotérica?

Sem títuloA casa lotérica pode ter diversas características específicas dentro do seu meio, porém, existe uma coisa em comum que é válido para qualquer tipo de empreendimento: equipe e clientes. Sem esses dois fatores funcionando em uníssono é impossível que o seu negócio prospere dentro do mercado. É por isso que é importante aprender a como estimular o trabalho em equipe, pois sem isso você não terá resultados a apresentar para os clientes. O segundo é sempre dependente do primeiro.

Pensando nisto, esse artigo foi desenvolvido com exclusividade para você aprender a como estimular o trabalho em equipe. Leia as dicas com atenção, reflita, e aplique na sua lotérica que, com certeza os seus funcionários se sentirão melhores, mais entrosados e propensos a produzirem melhores resultados para o seu negócio e, consequentemente, vão agradar os clientes pela qualidade dos seus trabalhos.

7 maneiras de como estimular o trabalho em equipe dos seus funcionários

Sem título1

  1. Analise as condições atual da sua equipe: Antes de querer mudar o comportamento da sua equipe, comece estudando o grupo. Veja se eles estão entrosados, analise desavenças e identifique quais são os fatores negativos da sua equipe para, enfim, propor soluções para os problemas;

 

  1. Garanta um ambiente de trabalho adequado: Você gosta de ficar confortável? Pois bem, a sua equipe também, portanto, garanta que o ambiente de trabalho seja adequado para eles exercerem suas funções e se sentirem confortáveis. Bons assentos, ambiente ventilado, equipamentos e segurança são fundamentais para a união do grupo;
  2. Defina metas para o grupo: Todo mundo precisa de metas e objetivos, com sua equipe o processo não é diferente. Procure definir metas para que os resultados sejam alcançados em grupo, fortalecendo o senso de equipe dos funcionários. Os objetivos acabam servindo como linha guia de procedimentos para todos;
  3. Reconhecimento social e profissional coletivo: Para incentivar um funcionário, o patrão deve dar o famoso tapinha nas costas, parabenizar o bom trabalho e assim por diante. Com a equipe é a mesma coisa, você tem que reconhecer o esforço e resultados positivos em grupo, assim eles se sentirão mais confortáveis e incentivados como equipe;
  4. Marque reuniões: As reuniões são importantes para o planejamento da lotérica, isto é evidente, mas elas também são úteis para melhorar o trabalho em equipe. Na reunião os funcionários discutem sobre o trabalho, e, consequentemente, vão interagir entre si construindo uma sintonia que será levada para o dia a dia;
  5. Deixe o grupo socializar: É muito comum o patrão querer que os funcionários se foquem apenas no trabalho, mas isto não é solução para o desempenho. A equipe deve ter liberdade para conversar, se distrair por enquanto que presta serviço de qualidade. Essa interatividade cria vínculos e melhora o trabalho em equipe;
  6. Esteja presente para servir de exemplo: Isto é muito importante para garantir o bom trabalho em equipe e empenho dos seus funcionários. Você deve ser o exemplo ao qual sua equipe vai seguir. Mantenha a interação com os funcionários, mostre que o seu trabalho depende deles e seja o exemplo para eles seguirem os seus passos.

Como você pode ver, estas são algumas maneiras de como estimular o trabalho em equipe na sua casa lotérica, porém, nenhum dos métodos apresentados é uma solução mágica que vai vir a aumentar a produtividade e o lucro da empresa. Trabalhar com pessoas não é uma matemática exata, não existe um software humano que faz justamente aquilo que você deseja. Cada equipe vai reagir diferente aos seus estímulos, portanto, procure sempre entender as necessidades do grupo antes de fazer qualquer abordagem.