O capital de giro é o principal meio de conseguir que uma empresa possa deslanchar. Sabemos que, numa lotérica, o movimento pode começar desde sua inauguração, com entradas e saídas de valores que permitem o pagamento de todos os custos da empresa, mas, também numa lotérica existe sazonalidade, com movimentação menor ou maior de clientes e essa situação exige do empresário lotérico a existência de um capital de giro da lotérica que lhe traga a segurança necessária para não atrasar seus pagamentos.

Diante disso, gerenciar o capital de giro é a maneira mais prática de alcançar objetivos, sempre pensando, necessariamente, em aumentar os lucros, traçar metas e objetivos que voltar-se para aquilo que os clientes buscam na lotérica, o atendimento rápido e eficiente. A gestão de uma casa lotérica vai muito além de simplesmente vender bilhetes e receber pagamentos de contas.

O gerenciamento do capital de giro de uma lotérica é bem mais prático do que em outras empresas de prestação de serviços, sendo importante ao empresário dar atenção a três pontos básicos: o estratégico, o operacional e o tático.

As bases de um gerenciamento de capital de giro para a lotérica

Uma casa lotérica tem a facilidade de vir com uma espécie de manual de funcionamento, criado pela Caixa Econômica e que vem atendendo as bases do negócio, mas apenas isso não irá resolver os problemas empresariais do dia a dia.

Para o empresário, é importante manter o seu fluxo de caixa atualizado, com projeção de gastos, sabendo como poderá fazer seus pagamentos durante pelo menos os próximos 30 dias, garantindo que cumpra com todas as suas responsabilidades.

Dentro daquilo que o empresário está buscando para o seu empreendimento, existe a necessidade de, ao mesmo tempo em que cumpre com seus pagamentos, fazendo-os dentro dos prazos exigidos, também mantenha uma reserva de capital, propiciando ter margem de segurança maior, inclusive para pequenos imprevistos.

Gerenciar o capital de giro é basicamente isso: saber que existem reservas suficientes e garantir que a empresa, mesmo em tempos de menor movimento, possa continuar funcionando.

Contas a pagar, contas a receber, pagamentos feitos à Caixa Econômica diariamente são questões que devem ser levadas em conta todos os dias para o empresário, devendo analisar tudo com muito cuidado e evitando erros que possam comprometer o bom funcionamento do seu empreendimento.

Veja como você pode gerenciar o capital de giro de sua lotérica

Para gerenciar com maior facilidade seu capital de giro, existem alguns pontos a serem observados na rotina diária:

  • Analisar a situação financeira da lotérica todos os dias, ao final do expediente, comparando o que foi realizado com o que você possui em sua projeção de custos e receitas. Manter o controle dos resultados é importante para que se possa fazer os ajustes.
  • Lembrar-se sempre que o planejamento financeiro é algo mutável, que deve ser comparado com os valores reais da empresa. Quando o empresário conhece os números, torna-se mais fácil fazer as alterações e tomar as decisões mais adequadas para o futuro da lotérica.
  • Na previsão de receitas e despesas, coloque sempre os valores já conhecidos que devem ser pagos, mantendo esse planejamento pelos próximos 30 dias, no mínimo, sabendo exatamente o que a lotérica precisa para continuar funcionando e a previsão de receitas, procurando saber o quanto existe de reserva financeira.
  • Tome cuidado com os juros: evite pagar juros e multas mantendo os pagamentos sempre em dia. Caso consiga pagar com antecedência, procure sempre conseguir descontos. Valores pequenos em descontos aumentam as receitas no final do mês.

Para gerenciar melhor o capital de giro da lotérica, esses procedimentos devem ser feitos diariamente. Dessa forma, o empresário garante sua tranquilidade com relação ao futuro da empresa e não é pego de surpresa em nenhum momento.