unnamed

SINLOPAR realiza encontro dos lotéricos do Paraná

IMG_4678

Diretoria do SINLOPAR e da FEBRALOT com o deputado Luiz Carlos Hauly

O Sindicato dos Lotéricos do Estado do Paraná – SINLOPAR realizou no último sábado (19) encontro dos empresários lotéricos do Paraná. Além da presença do presidente do SINLOPAR, Aldemar Mascarenhas e dos diretores Ieda Bonatto e João Miguel Turcatto a ‘Reunião de Urgência’ também contou com a presença do presidente da FEBRALOT, Jodismar Amaro, dos diretores Marco Antonio Kalikowski e Paulo Cezar e do deputado federal Luiz Carlos Hauly (PSDB-PR). O evento contou com a presença de mais de 250 empresários lotéricos do estado do Paraná e convidados.

Inicialmente, o SINLOPAR esclareceu as dúvidas sobre a proposta da Caixa sobre as vendas de apostas nas loterias pela internet e dos tópicos que o SINLOPAR não concorda e pretende lutar para mudar.

“Não somos contra a implantação do projeto internet, porém é preciso respeitar os anos dedicados a este mercado pela categoria, afinal foram eles que contribuíram para colocar as loterias brasileiras no patamar que se encontra atualmente”, comentou Mascarenhas.

Os presentes foram unânimes em concordar com a posição do SINLOPAR e da FEBRALOT.

Tramitação do PL 7.306/17

 IMG_4522

Coube ao deputado Luiz Carlos Hauly esclarecer os principais pontos do PL 7306/17, que vem sendo amplamente debatido com os sindicatos e federação.

“A aprovação do projeto de lei representará o resgate de nossa dignidade pelos relevantes serviços prestados pela rede lotérica. Enfrentaremos forças opostas pelo caminho, mas estamos mobilizados para aprovação. Tudo sendo feito com muito critério que o tema exige. A categoria não está fechada a negociação, mas não abriremos mão da aprovação da proposta no Congresso Nacional”, informou Aldemar.

O presidente da FEBRALOT, Jodismar Amaro informou durante o encontro que a Caixa deverá anunciar nos próximos dias sobre o delay de 30 minutos nos depósitos, aumento do valor do boleto interbancário para recebimento na rede de até R$ 1.000,00, além de aumento do repasse do transporte de valores, além do reajuste das tarifas de serviços bancários.

Segundo o presidente do SINLOPAR, o anúncio do pacote de ações da Caixa em benefício da categoria não vai inibir a continuidade na tramitação do PL 7306/17, que visa regulamentar a atividade de correspondente não bancário.

“Durante a reunião tratamos todos os temas previstos na pauta, além de uma demonstração de força da categoria que luta pelos seus interesses”, finalizou o presidente do SINLOPAR.