A boa gestão financeira de uma lotérica depende do equilíbrio mantido pelo fluxo de caixa. O empresário lotérico tem sob sua responsabilidade o controle da movimentação, mantendo sua atualização para que tenha condições de gerenciar seu negócio da forma mais acertada.

Quando se faz o fluxo de caixa diariamente, o empresário terá condições de saber se está havendo equilíbrio na entrada e saída de dinheiro e, caso ocorra algum fator que possa desestabilizar, poderá tomar as providências necessárias para se readequar à situação.

Veja os principais fatores que podem ocorrer e tirar o equilíbrio do fluxo de caixa:

1.     Redução nas vendas

O principal fator que pode tirar o equilíbrio do fluxo de caixa é a redução nas vendas. Quando ocorre a redução, fatalmente entrarão menos recursos na lotérica, havendo a necessidade de fazer uso de recursos extras para manter as contas em dia. A gestão financeira deve manter um planejamento, reservando recursos para essa eventualidade.

2.     Aumento nas despesas

A lotérica é um tipo de empreendimento que apresenta limitada capacidade de lucratividade, exigindo controle constante da gestão financeira para que o equilíbrio seja mantido. O empresário lotérico tem, portanto, necessidade de fazer o controle das despesas para que não sejam acima da média, procurando sempre manter o equilíbrio entre as entradas e saídas e reservando todos os meses valores que possam atender em momentos de instabilidade.

3.     Pouca eficiência nos processos

O processo administrativo deve ser o mais eficiente possível dentro de uma lotérica. O empresário lotérico precisa manter um sistema informatizado para atender suas necessidades de controle e de gestão financeira, facilitando o controle do fluxo de caixa, das receitas e despesas, agilizando o processamento e melhorando as informações e os relatórios.

4.     Concessão de descontos

Como a margem de lucro da lotérica é limitada, na prestação de determinados serviços é necessário que o empresário lotérico tenha um bom planejamento para o caso de conceder descontos com vistas a atrair novos clientes. Os descontos, evidentemente, podem atrair e aumentar a clientela, mas, quando não planejado, pode provocar prejuízos.

5.     Manter uma política salarial

A valorização dos funcionários na lotérica é de fundamental importância, uma vez que o principal produto da lotérica é o bom atendimento. Contudo, é necessário manter uma política salarial dentro das possibilidades da lotérica, lembrando sempre que, quando um salário é mais alto, também irá aumentar os encargos da empresa, exigindo mais gastos e reduzindo a lucratividade. O empresário deve manter os salários dentro dos níveis e, na medida do possível, fazer os ajustes associando-os aos resultados.

6.     Estoques desequilibrados

O estoque é um dos principais retentores de capital. O dinheiro investido nos itens necessários para o funcionamento da lotérica é capital que pode ser aplicado em outros investimentos. Para manter o equilíbrio e ter uma boa gestão financeira, o empresário lotérico deve manter o controle rígido dos estoques, comprando sempre aquilo que irá usar dentro de um determinado período, sem empatar valores muito altos.

Conclusão

A gestão financeira de uma lotérica, embora possa ser considerada fácil, quando analisada administrativamente, deve ser considerada como prioridade para o empresário lotérico. Atenção em todos os detalhes é que irão manter o equilíbrio e garantir que todas as contas sejam pagas, que haja lucro no final do mês e que o empresário tenha condições de fazer novos investimentos.

Com relatórios periódicos, o empresário terá condições de saber onde pode ou não investir, se pode ou não fazer uso de alguma reserva, garantindo que sua empresa tenha condições de crescer e aparecer no mercado das lotéricas.