O maior problema administrativo de uma lotérica é a falta de controle financeiro. Os erros financeiros, seja numa lotérica ou em qualquer outro empreendimento, são os responsáveis pelo fracasso do negócio.

No caso de lotéricas, esses erros financeiros são ainda mais sérios, já que se trata de um negócio que tem como principal característica trabalhar com finanças e, neste caso, é imprescindível haver controle rígido, com valores precisos e corretos para que o empreendimento tenha sucesso.

Entre os principais erros financeiros que podemos encontrar na administração de uma casa lotérica, destacamos seis deles, que devem merecer especial atenção do empresário lotérico que, se corrigidos, garantem a sobrevivência e o desenvolvimento de sua empresa.

1.     Falta de controle sobre o fluxo de caixa

O fluxo de caixa de uma lotérica deve ser mantido sob controle diário, já que é o mais importante fator para a correta administração financeira. Ao manter o controle sobre toda a movimentação financeira da lotérica, o empresário tem as informações corretas sobre o empreendimento, pode planejar futuros investimentos e articular os seus projetos com maior precisão.

Cada centavo é capital para uma casa lotérica e o empresário lotérico deve ter consciência desse fator para melhor direcionar sua empresa.

2.     Falta de registro das operações financeiras

As operações financeiras da lotérica devem ser registradas diariamente para não trazer problemas ao empresário lotérico. A falta de controle sobre os registros apresentam-se como um dos maiores erros financeiros, principalmente porque é necessário atender às exigências da operadora, a Caixa Econômica, lembrando ainda que, ao não ter registro de operações financeiras, o empresário lotérico estará incorrendo em problemas jurídicos.

O empresário lotérico deve manter a atualização dos dados, conferindo todas as informações para ter números precisos.

3.     Falta de mensuração do desempenho da lotérica

Se os números não batem, o empresário não tem como mensurar o desempenho da lotérica. O futuro de seu empreendimento depende de uma correta mensuração de como o negócio está andando e dos caminhos que devem ser trilhados no futuro. Dados corretos oferecem uma visão ampla da empresa e de como ela pode atingir seus objetivos.

A análise do desempenho da lotérica, comparando todos os dados mensais, oferece melhor possibilidade de investimentos e de planejamento para o negócio.

4.     Falta de um plano de negócios

O plano de negócios é uma ferramenta que deve ser usada desde antes do início de qualquer atividade comercial e, para uma lotérica, a situação não é diferente. Quando o empresário lotérico planeja os resultados, consegue atingir seus objetivos, atender às expectativas do negócio e garantir um direcionamento para o funcionamento da lotérica.

O plano de negócios deve ser corrigido de acordo com as informações reais obtidas para que o empresário tenha condições de fortalecer seu empreendimento.

5.     Falta de controle dos estoques

O estoque de materiais que a casa lotérica possui deve estar dimensionado para a quantidade de transações financeiras, já que estoque significa capital empatado, ou seja, é adquirido com o lucro da lotérica. Manter o estoque dentro das necessidades gera economia para o empreendimento.

Cada valor investido em capital é valor que não pode ser investido em qualquer outra atividade e, portanto, o controle deve ser controlado rigidamente.

6.     Falta de um software de gestão

Para melhor controle do movimento e para reduzir o número de erros financeiros, a casa lotérica precisa ter um software de gerenciamento, com a qualidade necessária para que o empresário tenha todos os relatórios de forma eficiente e precisa. O controle administrativo depende de informações que podem ser melhor embasadas por um programa específico para loterias.