O controle financeiro de uma casa lotérica, quando bem feito, pode influenciar de forma sensível o seu crescimento. Uma casa lotérica é um empreendimento que deve seguir padrões determinados pela Caixa Econômica Federal, mas, ao mesmo tempo, também é uma empresa que pode procurar meios de promover o próprio crescimento e prosperar, e isso só acontece quando o empresário lotérico mantém em dia seu controle financeiro.

O movimento financeiro diário de uma lotérica é sempre movimentado, com centenas de jogos, de pagamentos, de recebimentos, de movimentação direta de dinheiro. Como a loteria trabalha apenas com finanças, o controle financeiro deve começar pelo fluxo de caixa.

Fluxo de caixa: base do controle financeiro

O empresário lotérico tem como principal responsabilidade manter o fluxo de caixa em dia para conseguir maior controle financeiro para sua empresa e, para isso, precisa ter em mente alguns quesitos importantes, que devem ser aplicados no seu dia a dia.

1.      Separar contas pessoais das contas da empresa

O controle financeiro da empresa é totalmente independente dos gastos e contas pessoais. A empresa pode ser individual, mas é algo fora da vida financeira do empresário. Contas pessoais devem ser pagas com o pró-labore e não com o dinheiro do caixa da empresa. Para o empresário, a empresa é uma coisa viva e à parte e ele, como proprietário, é o responsável pela correta separação dos valores.

2.      Manter a organização financeira

Para manter a lucratividade da empresa, o empresário lotérico deve manter a organização e o controle de toda a movimentação de dinheiro, todos os dias, em sua lotérica. A desorganização e a falta de controle são extremamente prejudiciais para o crescimento da empresa.

3.      Planejar os pagamentos e recebimentos

Quando o controle financeiro é mantido dentro dos padrões, o empresário não terá qualquer preocupação em fazer o pagamento de contas e de impostos, mantendo sua empresa sempre em dia com os fornecedores e com os órgãos públicos, com os empregados e com os clientes.

4.      Controle financeiro com planejamento

O gerenciamento das finanças de uma casa lotérica deve seguir alguns procedimentos básicos, que devem se tornar lei para o empresário lotérico. Se você não tem conhecimentos de administração, procure fazer um curso e montar um esquema para que o seu controle financeiro esteja sempre em ordem.

Entre os quesitos que, como empresário lotérico, você deve cuidar está o planejamento das contas de sua lotérica, sabendo os números que o empreendimento está gerando e podendo aplicar o dinheiro arrecadado de forma consciente, podendo usá-lo para fazer todos os pagamentos e tendo dinheiro para investir no crescimento do negócio.

É importante também ter em mente que o controle financeiro é afetado diretamente pela qualidade na prestação de serviços. Portanto, o empresário não pode, em momento algum, deixar de lado o acompanhamento direto de seus funcionários e mantendo-se presente, para que os clientes saibam que ele, como empresário, dá valor ao trabalho que realiza.

O controle financeiro de uma lotérica deve ser feito de forma automatizada, através de um bom programa de finanças, que não obrigue o empresário a permanecer mais tempo sobre a mesa de trabalho, pensando em números e lançamentos, e sim dedicando a maior parte do seu tempo ao acompanhamento de seu empreendimento.

Além de tudo isso que já comentamos, o controle financeiro também se torna a melhor ferramenta para que o empresário possa enfrentar todos os altos e baixos da economia. O gerenciamento das finanças deve dar ao empresário meios de atravessar todos os momentos da economia, sejam eles de crise ou de crescimento.

Em resumo, o controle financeiro é o suporte do empresário lotérico. Ele é quem vai direcionar a empresa para o crescimento, quando bem feito, ou para o fracasso, quando deixado de lado.