44

BRASÍLIA, 07 DE AGOSTO DE 2017

  COMUNICADO FEBRALOT

A Rede Lotérica do país está prestes a vivenciar uma revolução no seu segmento, com consequências imprevisíveis que, se não forem tomadas corretamente as decisões iniciais, tanto pelos empresários quanto pelas instituições que os representam, dificilmente poderão ser revertidas. A Caixa Econômica Federal, lançará em breve, as Loterias pela Internet para toda a população brasileira, com um formato que não leva em consideração as reivindicações apresentadas pela Federação e por todos os sindicatos representantes da categoria.

Para entender o cenário, vale a pena lembrar que, conquistamos nossa clientela ao longo de décadas de trabalho no balcão de nossas lojas e se aceitarmos esta proposta estaremos transferindo estes clientes para o cadastro da Caixa por uma comissão de 3,11% contra uma comissão de 8,61% do canal físico nos jogos antigos e 9% nos novos jogos conforme diz a lei. Ou seja, você vai precisar de 03 clientes na internet para cada um que perder na loja.

Não podemos concordar com esta proposta que transfere nossos clientes para a Caixa por 3,11%

ABAIXO SEGUE DETALHES:

  • A Caixa pretende pagar uma comissão de 3,11% para o Lotérico, frente aos 8,61% do físico, mesmo tendo redução de custos de logística e insumos.
  • A Caixa pretende fixar o valor mínimo de R$20,00 para jogo pela web. Ou seja, com risco de migração dos principais clientes que os Lotéricos se esforçaram para conquistar.
  • A Caixa pretende ratear a comissão do canal eletrônico, exclusivamente, para as Lotéricas que forem escolhidas pelo apostador, deixando espaço para os grandes sites de apostas direcionarem através de propaganda maciça os clientes para lojas que tiverem interesse.

A Federação e os sindicatos que representa, orientam para que não assinem precipitadamente nenhum aditivo contratual com a Caixa, tendo em vista que, esse documento, no formato de comissionamento que está sendo preparado, no nosso entender, poderá causar grande redução de arrecadação, até mesmo, fechamento de inúmeras lojas. A Loteria pela Internet poderá causar um canibalismo na Rede Lotérica, separando, os que possuem alto capital para investir, e os que não possuem e vão perder os clientes, que conquistaram com tanto trabalho. POR ISSO DEFENDEMOS A DIVISÃO DA INTERNET PROPORCIONAL AO MOVIMENTO DA LOJA

Não permita que, o que ocorreu em 1997 se repita. Naquela ocasião, por conta de um aditivo contratual MAL ANALISADO, empurrou o serviço bancário na Rede Lotérica, sem cláusula de reajuste, causando hoje uma defasagem de 92% em nossas tarifas.

A NÃO ADESÃO NOS DARÁ FORÇAS PARA CONTINUARMOS LUTANDO POR UM PERCENTUAL JUSTO.

A Caixa precisa entender que para ter o apoio da rede precisa antes de mais nada respeitar e reconhecer nossa história de luta pelas loterias neste país. ESSE RECONHECIMENTO NÃO PODE SER FEITO COM PALAVRAS. PRECISA SER FEITO COM REMUNERAÇÃO DECENTE E DIVISÃO PROPORCIONAL.

A Federação e os Sindicatos estão trabalhando para que o projeto de Apostas pela WEB seja uma revolução positiva para a Rede, e não, mais uma pá de cal. Se não, a definitiva!

NESTE MOMENTO PRECISAMOS QUE TODOS PENSEM NO COLETIVO, NA REDE COMO UM TODO, E DEIXEM DE LADO AMBIÇÕES PESSOAIS.

JODISMAR AMARO

PRESIDENTE

FEBRALOT

 

ACESSE O LINK ABAIXO PARA ACOMPANHAR A ORIENTAÇÃO JURÍDICO SOBRE O ASSUNTO : 

ORIENTACAO JURIDICO JOGOS INTERNET