Como organizar uma lotérica  programa 5sComo organizar uma lotérica? Esta é uma questão repetida muitas vezes pelos lotéricos que acreditam que a melhoria dos resultados do seu negócio passa, quase que obrigatoriamente, pela organização da empresa.

Pensando nisso, nas linhas a seguir, você vai descobrir como organizar a sua lotérica tendo como base uma metodologia consagrada no mundo inteiro.

O Programa 5S: a criação

A metodologia 5S foi desenvolvida no Japão, na década de 50, pelo professor e guru da qualidade total, Kaoru Ishikawa. Ishikawa também foi o responsável pela criação de outras ferramentas que continuam auxiliando gestores de empresas de todo o mundo. Alguns acreditam que tais ferramentas foram essenciais para o Japão se recuperar das consequências desastrosas que destruiu parte significativa do país durante a II Guerra Mundial.

De lá para cá, diversas empresas têm utilizado o Programa 5S, incluindo empresas famosas como a Boeing, a Coca-Cola, a Toyota e muitas outras companhias espalhadas pelo mundo.

O Programa 5S: como funciona?

A ideia principal por trás do programa 5S é o combate aos desperdícios e o aumento da eficiência organizacional, objetivos que devem ser perseguidos com muita organização e disciplina.

A coisa toda se resume a cinco sensos que, quando aplicados em conjunto, têm a capacidade de melhorar muito o desempenho das pessoas que compõem a força de trabalho de um negócio. Vamos conhecer cada um deles a seguir, pensando em sua aplicabilidade na rotina de uma lotérica…

  • Senso de Utilização (Seiri): trata-se do senso que se preocupa com a utilidade dos objetos e dos materiais presentes no ambiente de trabalho. No caso de uma lotérica, este senso nos orientaria a eliminar tudo o que não for essencial ao desempenho e à execução do trabalho em si. Se existem papeis, mesas, cadeiras e outros itens que não são utilizados, eles devem ser retirados do ambiente de trabalho para que o processo de organização tenha início imediatamente.
  • Senso de Ordenação (Seiton) – a ideia aqui é ordenar os itens de modo que estejam ao alcance imediato das pessoas que o utilizam com regularidade. Se, por exemplo, um funcionário precisa de caneta e papel para trabalhar e fazer anotações, estes itens devem estar bem próximos a ele, evitando que ele tenha que se deslocar para encontra-los – o que implicará em perda de tempo e possíveis distrações.
  • Senso de Limpeza (Seiso) – o ambiente de trabalho deve ser limpo e esta não deve ser uma missão delegada somente ao funcionário responsável pela faxina ou pela limpeza. Este deve ser um compromisso de todos, sem exceção, já que está mais do que provado que um ambiente limpo favorece à produtividade e à criatividade de todas as pessoas que compartilham o mesmo espaço.
  • Senso de Saúde (Seiketsu) – as pessoas devem se preocupar com a sua higiene pessoal, ao mesmo tempo em que a empresa deve oferecer uma estrutura adequada ao correto desempenho das atividades, sem danos à saúde dos colaboradores. É daí que advém a preocupação com a iluminação do ambiente, com a ergonomia, com a ventilação, com a segurança e com diversos outros pontos que impactam a rotina de trabalho das pessoas.
  • Senso de Autodisciplina (Shitsuke) – este senso reforça a necessidade de todos se comprometerem pessoalmente com o Programa 5S, devendo trabalhar em sinergia e com respeito mútuo para atingir os resultados desejados e reforçar a aplicação dos demais sensos na rotina da lotérica.

Agora que você já conhece a metodologia, reúna a sua equipe e busque trocar informações. Prepare as pessoas para esta importante mudança rumo a organização da lotérica. Implemente o programa 5S e colha os excelentes frutos oriundos de uma empresa definitivamente organizada! Boa sorte!