Logo SINLOPARCuritiba, 09 de Julho de 2015.

À

CAIXA ECONÔMICA FEDERAL

Gerência Nacional Gestão de Canais Parceiros

Sra. Ágata Siqueira

REF:   AUMENTO DO LIMITE DE SAQUE NAS LOTÉRICAS

           AUMENTO DO ADICIONAL DE SEGURANÇA

 

O SINLOPAR – Sindicato dos Empresários Lotéricos do Estado do Paraná, entidade autônoma representativa de toda classe lotérica no Estado do Paraná, vem perante vossa senhoria expor o que se segue mediante dados e fatos comprovados, e alegados pelos nossos empresários lotéricos.

Comprovadamente, os clientes correntistas da CAIXA, tem migrado para as agencias lotéricas, principalmente por questão de segurança no atendimento, diferentemente dos seus caixas eletrônicos onde a clonagem de cartões é patente, e até mesmo pela agilidade de atendimento, na realização de depósitos principalmente após às 16 horas.

Isso tem impactado grande volume de numerários no interior das empresas lotéricas, onerando custos no tratamento desses valores, como o ad valorem cobrado na base de 0,04 sobre os valores transportados, além do risco dos constantes arrombamentos e assaltos.

O volume de numerário proveniente de depósitos está comprometendo as nossas já insuficientes TARIFAS, principalmente no tocante ao ad valorem no transporte e tratamento deste dinheiro. Feitos as contas no final do mês, concluímos que pagamos para prestar este serviço, e não é justo, o Adicional de segurança não cobre mais  seus custos.

Sugerimos aumentar os valores de saques para no mínimo R$. 3.000,00 (três mil reais) cuja medida reduziria o volume de numerário, sem contar que seria mais um diferencial e beneficio para o cliente CAIXA.

Idem, aumento imediato do ADICIONAL DE SEGURANÇA para suprir tais custos que como afirmamos, estão sendo bancados pelo Lotérico.

Áleas, esta é uma demanda antiga, e a CAIXA prometeu que tão logo fosse adotado o sistema de chips nos cartões CAIXA, isto seria possível, mas até o momento sem solução.

Nossa proposta tem base em pesquisas realizadas, e certamente irá atender uma demanda dos seus próprios clientes.

Aguardamos providências no sentido de equalizar este desequilíbrio, onde a CAIXA  é a grande beneficiada e os empresários lotéricos estão pagando a conta.

Atenciosamente

Aldemar Mascarenhas

PRESIDENTE