treinamento profissional

O treinamento profissional é importante em qualquer ramo de atividade. Quando se trata de uma casa lotérica, onde o atendimento ao cliente é a principal função de cada funcionário, esse treinamento profissional torna-se essencial.

O negócio que envolve uma casa lotérica é bastante específico, com características todas próprias e qualquer funcionário deve estar bem consciente de suas funções, mantendo-se dentro dos padrões exigidos para realizar suas tarefas com perfeição e prestar o melhor atendimento aos clientes, que são o principal foco da lotérica.

Esse treinamento, no entanto, deve ser aplicado dentro do contexto situacional da casa lotérica, ou seja, o funcionário deve estar apto para atender um determinado público-alvo. Assim, se sua lotérica estiver instalada num bairro nobre, você terá um determinado tipo de público, diferente de uma lotérica instalada num bairro periférico ou no centro da cidade.

Sabendo exatamente qual é o público-alvo de sua lotérica, o empresário terá melhores meios de definir os objetivos que pretende com o treinamento, fazendo com que os funcionários saibam exatamente quais são suas funções.

Veja, a seguir, algumas dicas importantes para o treinamento de seus funcionários:

1.      Metodologia de treinamento

Antes de começar qualquer atividade de treinamento, é necessário estabelecer uma metodologia, mantendo o foco principalmente na forma como o treinamento será posto em prática, evitando prejuízos ao funcionamento normal dos negócios.

2.      Tempo de treinamento e custo

O empresário deve também considerar qual será o tempo de treinamento e quanto custará para a lotérica implantar o treinamento. É preciso entender que, mesmo sendo um investimento, o treinamento terá um custo, que irá dar retorno com o tempo e com os resultados do que foi assimilado pelos funcionários.

3.      Estabelecendo e delegando funções

O empregado deve estar ciente de todas as suas funções no dia a dia de trabalho. Assim, o empresário deve, antes de começar o treinamento na prática, estabelecer as funções de cada funcionário para que ele saiba exatamente o que deve fazer.

4.      Normas e regulamentos

Uma casa lotérica tem um funcionamento específico, como, por exemplo, o programa de operação do caixa, que é ligado diretamente à instituição bancária. O funcionário deve conhecer todo o regulamento e ter as instruções em mãos para trabalhar com o programa.

5.      Acompanhamento do funcionário iniciante

Antes de qualquer funcionário começar a trabalhar em sua lotérica, faça o treinamento individualizado, garantindo que ele tenha conhecimento de todas as suas atividades e do programa com que irá trabalhar. Não delegue essa função a qualquer outra pessoa.

6.      Acompanhamento constante

Além do acompanhamento individualizado do funcionário recém contratado, o empresário lotérico deve também acompanhar cada um deles no seu dia a dia, observando se existem falhas no atendimento, se não existem dúvidas sobre o programa do caixa e tirando todas as dúvidas que surgirem no momento em que elas aparecerem.

7.      Um treinamento nunca termina

Mesmo depois de finalizado o treinamento de cada um dos funcionários, o empresário lotérico deve fazer o acompanhamento, conversando com todos eles diariamente (uma pequena reunião antes da abertura da lotérica), verificando se tudo está correndo dentro dos eixos e, principalmente, dando a abertura necessária para que eles possam dirimir todo e qualquer tipo de dúvida.

Conclusão

O empresário lotérico precisa ter em mente que seus funcionários são sua fonte de renda, fazem parte do que podemos considerar capital intangível da empresa. Quando melhor cuidar de sua equipe de trabalho, mais motivação irá conseguir e, consequentemente, melhores resultados terá a lotérica.

Com funcionários bem treinados e capacitados, a lotérica conseguirá se tornar uma referência no mercado, atraindo mais clientes e, retornando ao que dissemos anteriormente, mostrando efetivamente que o treinamento é o melhor investimento que pode ser feito na empresa.